Palestrante SIPAT

Palestrante SIPAT Fabio Fernandes: Palestra 5 Armadilhas da Segurança.

Certamente a segurança baseada em comportamento é frequentemente apontada como um dos melhores modelos para melhorar a cultura e o desempenho da segurança no local de trabalho.

Assim, o maior desafio e o elemento mais central da segurança e saúde no local de trabalho é que seu trabalho envolve seres humanos – que são falhos, instintivos e emocionais.

A segurança baseada no comportamento pode, portanto, mudar uma ação ou comportamento.

Certamente muitas empresas tem investido nesta abordagem, afim de que se possa minimizar alguns comportamentos indesejáveis, tais como:

Falta de conscientização:

  • Falta de atenção pode causar acidentes quando se executa tarefas repetitivas, pois, diante de situações ou locais familiares cria-se um falso senso de segurança.

Pressão não intencional:

  • Além disso, quando há uma pressão intencional pode-se fazer com que a equipe se apresse e atropele o andamento do trabalho, assim toda ação não pensada impactam toda a equipe, prejudicando o bom andamento do trabalho.

Medo:

  • Dessa maneira, o medo da critica, ou do que os outros vão pensar a seu respeito faz com que muitas vezes o seu colaborador não peça ajuda.
  • Assim é preciso conscientizar que todos precisam trabalhar em equipe, e que todos são responsáveis pela segurança.

Falta de concentração:

  • Falta de concentração faz com que a mente se esgote, assim quando seu colaborador esta acostumado com a rotina, pode-se distrair facilmente;
  • Dessa forma, deve-se treinar a mente para não incomodar.

Minimizando os riscos:

  • Fazer o trabalho do jeito mais fácil e que assim leva menos tempo sem segurança não é grande vantagem;
  • Prevenir e assim minimizar os riscos é de fundamental importância;
  • Conscientizar que não se deve levar em conta mudanças muito pequenas, ou pensamentos como: “serei cuidadoso”, “isso não vai acontecer comigo”, “isso só vai levar alguns minutos” ou “eu só vou”.

Todo o trabalho de segurança, portanto, envolve também o fator pessoal, o estado emocional do colaborador durante o trabalho.

“Neste sentindo, devemos valorizar os treinamentos para motivar o trabalho com segurança; além de campanhas de conscientização com o envolvimento da família, componente este muito importante quando se trata da valorização da vida”.

Conheça nossos novos temas de Palestras para SIPAT.


Assim, faça também como as empresas Thyssenkrupp Elevadores e Eucatex que já contrataram a palestra para SIPAT de Fabio Fernandes:


Alguns clientes que já contrataram as palestras motivacionais do Palestrante SIPAT Fabio Fernandes


WhatsApp Fale comigo no whatsApp